Agência de marketing digital e publicidade na cidade de São Paulo

Tráfego pago e orgânico: Como usar as duas estratégias?

Olá, tudo bem? Aqui é a Daniele, e hoje vamos conversar sobre um tema crucial para qualquer empresa que deseja prosperar no ambiente digital: tráfego pago e orgânico. Você já se perguntou qual a diferença entre essas duas estratégias e como usá-las de maneira eficaz? Vamos explorar isso juntos!

Imagine que sua empresa poderia ter uma presença digital sólida, atraindo tanto visitantes fiéis quanto um fluxo constante de novos clientes. E se eu dissesse que isso é possível combinando tráfego pago e orgânico? Curioso? Então continue lendo para descobrir como.

✅Bom, antes de iniciarmos, já imaginou a sua empresa crescer no digital de forma solida de duradoura com o tráfego pago e criação de conteúdo para SEO? Então, conheça nossos serviços de Otimização de SEO e serviços de Gestão de tráfego pago. Agora bora!

 

Olá, tudo bem? Aqui é a Daniele, e hoje vamos conversar sobre um tema crucial para qualquer empresa que deseja prosperar no ambiente digital: tráfego pago e orgânico. Você já se perguntou qual a diferença entre essas duas estratégias e como usá-las de maneira eficaz? Vamos explorar isso juntos!

 

O Que é Tráfego Pago e Orgânico?

 Tráfego Pago

Tráfego pago é aquele gerado por meio de anúncios pagos. Empresas investem dinheiro em plataformas para que seus conteúdos apareçam para um público maior e mais segmentado. Entre as principais plataformas de tráfego pago, destacam-se:

  1. Google Ads
  2. Facebook Ads
  3. Instagram Ads
  4. LinkedIn Ads
  5. TikTok Ads

Tráfego Orgânico

Tráfego orgânico, por outro lado, é aquele que não envolve gastos diretos com publicidade. Ele é conquistado através de estratégias como SEO, marketing de conteúdo e presença nas redes sociais. As principais plataformas para tráfego orgânico incluem:

  1. Google Search
  2. Bing
  3. YouTube
  4. Pinterest
  5. LinkedIn

 

Benefícios de Cada Estratégia: Tráfego pago e Orgânico

 Benefícios do Tráfego Orgânico

O tráfego orgânico pode ser mais demorado para mostrar resultados, mas garante uma audiência fiel e engajada. Além disso, é uma estratégia sustentável a longo prazo, pois não depende de investimento constante.

 Benefícios do Tráfego Pago

Já o tráfego pago traz resultados rápidos e é ideal para campanhas de curto prazo, lançamentos de produtos e promoções. No entanto, exige um investimento financeiro contínuo.

Combinando as Duas Estratégias

Ao combinar tráfego pago e orgânico, sua empresa pode obter o melhor dos dois mundos: resultados rápidos e um crescimento sustentável a longo prazo.

A AGNC Agência de Marketing e Publicidade é especialista nessa combinação, proporcionando aos nossos clientes uma presença digital robusta.

 

 

SEO: A Base do Sucesso Digital

O SEO (Search Engine Optimization) é fundamental para garantir que seu site apareça nos primeiros resultados dos buscadores. Com técnicas de SEO bem aplicadas, sua empresa pode conquistar um tráfego orgânico de qualidade, que complementa as campanhas de tráfego pago. Na AGNC, temos um histórico comprovado de sucesso em SEO, ajudando nossos clientes a se destacarem na internet.

 

A AGNC: Referência em SEO e Tráfego Pago

A AGNC se tornou uma referência em SEO e tráfego pago ao desenvolver estratégias personalizadas para cada cliente, sempre baseadas em dados e resultados. Atendemos todo o Brasil e oferecemos serviços de marketing digital, publicidade, tráfego pago, inbound marketing e conteúdo. Nosso compromisso é com o sucesso digital dos nossos clientes.

 

 Melhor Estratégia para Ecommerce

Para ecommerce, a combinação de tráfego pago e orgânico é essencial. Anúncios pagos podem impulsionar vendas rapidamente, enquanto o SEO garante que os produtos sejam encontrados organicamente a longo prazo.

 

Melhor Estratégia para Sites Institucionais

Já para sites institucionais, focar em SEO é crucial para construir autoridade e visibilidade a longo prazo. O tráfego pago pode ser utilizado em momentos estratégicos, como eventos ou lançamentos.

 

 

O SEO (Search Engine Optimization) é fundamental para garantir que seu site apareça nos primeiros resultados dos buscadores. Com técnicas de SEO bem aplicadas, sua empresa pode conquistar um tráfego orgânico de qualidade, que complementa as campanhas de tráfego pago. Na AGNC, temos um histórico comprovado de sucesso em SEO, ajudando nossos clientes a se destacarem na internet.

 

 

FAQ – Perguntas frequentes sobre Tráfego pago e orgânico

1- Qual a diferença entre tráfego pago e orgânico?

Tráfego pago é gerado por anúncios, enquanto o tráfego orgânico é conquistado sem investimento direto em publicidade, através de SEO e marketing de conteúdo.

2- Qual é mais eficaz: tráfego pago ou orgânico?

Ambos são eficazes, mas em contextos diferentes. O tráfego pago traz resultados rápidos, ideal para curto prazo, enquanto o orgânico é sustentável e constrói uma audiência fiel a longo prazo.

3- Como posso combinar tráfego pago e orgânico?

A combinação das duas estratégias envolve usar anúncios pagos para impulsionar resultados imediatos enquanto trabalha o SEO para construir uma presença digital forte e duradoura.

 

 

Destrave suas estratégias de SEO e tráfego pago com uma agência de sucesso!

Quer saber mais sobre como a AGNC Agência de Marketing e Publicidade pode ajudar sua empresa a combinar tráfego pago e orgânico para alcançar resultados incríveis?

Visite nosso site ou entre em contato pelo telefone e WhatsApp (11) 98816-3682. Vamos juntos construir uma presença digital sólida e de sucesso!

Segmentação de lead: o que é e como fazer

Segmentação de lead: Se você é uma empresa que utiliza o Inbound Marketing, sabe que captar leads, ou seja, potenciais clientes, é uma parte essencial da sua estratégia. No entanto, conseguir esses contatos não garante necessariamente conversões em vendas. É preciso transformar esses prospects em clientes efetivos, aumentando a eficiência da comunicação com eles.

Para alcançar esse objetivo, é fundamental entender as necessidades dos prospects. Mapear seus desejos, problemas e necessidades é um fator determinante na eficácia da comunicação e na oferta de soluções que realmente interessem aos potenciais clientes.

Empresas que investem em compreender seus leads com mais profundidade têm a capacidade de oferecer soluções personalizadas, o que aumenta significativamente a probabilidade de fechar vendas. Além disso, ao identificar as necessidades dos consumidores, é possível criar uma comunicação mais assertiva e customizada, respeitando as particularidades de cada cliente em potencial.

Ao oferecer soluções e ofertas verdadeiramente relevantes para o público, sua marca será vista como uma parceira confiável e comprometida com o sucesso dos clientes potenciais. Essa conexão emocional é fundamental não apenas para as vendas, mas também para a fidelização dos clientes.

Outro benefício de entender as necessidades dos clientes potenciais é que isso permite que sua empresa se antecipe às demandas do mercado e esteja sempre um passo à frente da concorrência. Compreender as tendências e necessidades do seu público-alvo permite o desenvolvimento de soluções inovadoras e eficientes, capazes de atender às expectativas dos prospects.

Segmentação de lead: Se você é uma empresa que utiliza o Inbound Marketing, sabe que captar leads, ou seja, potenciais clientes, é uma parte essencial da sua estratégia. No entanto, conseguir esses contatos não garante necessariamente conversões em vendas. É preciso transformar esses prospects em clientes efetivos, aumentando a eficiência da comunicação com eles.

Agora que você entende a importância de compreender as necessidades dos seus leads, vamos explorar como fazer a segmentação de lead de forma eficaz.

– Identifique seu público-alvo: Antes de segmentar seus leads, é crucial identificar quem é seu público-alvo. Analise características demográficas, interesses, comportamentos e necessidades específicas. Isso permitirá que você personalize sua abordagem e ofereça soluções relevantes para cada segmento.

-Crie personas: Personas são representações fictícias do seu público-alvo com base em dados reais. Elas ajudam a compreender melhor quem são seus leads e como direcionar sua comunicação. Desenvolva personas detalhadas, incluindo informações demográficas, motivações, desafios e objetivos.

-Utilize formulários e landing pages: Ao criar formulários de contato e landing pages personalizadas, você pode coletar informações valiosas sobre seus leads. Solicite dados relevantes que permitam a segmentação, como cargo, setor de atuação ou preferências específicas. Essas informações ajudarão a direcionar sua comunicação futura.

-Analise o comportamento do usuário: Utilize ferramentas de análise de dados para entender como seus leads interagem com seu conteúdo. Identifique padrões de comportamento, como páginas visitadas, tempo gasto no site e ações realizadas. Isso fornecerá insights valiosos para segmentar sua comunicação de acordo com os interesses e intenções dos leads.

Implemente automação de marketing: Utilize ferramentas de automação de marketing para personalizar a comunicação com seus leads. Crie fluxos de e-mails segmentados com base nas informações coletadas. Envie conteúdos relevantes e personalizados que atendam às necessidades específicas de cada segmento.

-Realize testes A/B: Experimente diferentes abordagens de comunicação para identificar aquelas que geram melhores resultados. Realize testes A/B com variações de mensagens, call-to-actions e layouts. Analise os dados e ajuste suas estratégias com base nos insights obtidos.

 –Monitore e otimize constantemente: A segmentação de lead é um processo contínuo. Monitore os resultados das suas estratégias e ajuste-as conforme necessário. Analise métricas como taxa de abertura de e-mails, taxa de conversão e engajamento para identificar oportunidades de melhoria.

 

Conclusão

A segmentação de lead é fundamental para o sucesso do seu negócio. Compreender as necessidades e características dos seus leads permite que você ofereça soluções personalizadas, aumentando a eficiência da sua comunicação e as chances de conversão em vendas.

Ao implementar estratégias de segmentação de lead, você estará um passo à frente da concorrência, antecipando-se às demandas do mercado e oferecendo soluções inovadoras e eficientes. Lembre-se de monitorar e otimizar constantemente suas estratégias para obter os melhores resultados. Invista na segmentação de lead e impulsione o crescimento do seu negócio.

 

Ao implementar estratégias de segmentação de lead, você estará um passo à frente da concorrência, antecipando-se às demandas do mercado e oferecendo soluções inovadoras e eficientes. Lembre-se de monitorar e otimizar constantemente suas estratégias para obter os melhores resultados. Invista na segmentação de lead e impulsione o crescimento do seu negócio.

Qual é a diferença entre Prospect e Lead?

No contexto do marketing, é importante entender a diferença entre “prospect” e “lead”. Embora esses termos sejam frequentemente usados de forma intercambiável, eles representam estágios diferentes no processo de captação de clientes.

Um prospect é um potencial cliente que ainda não foi qualificado. É alguém que demonstrou interesse em sua empresa, produto ou serviço, mas ainda não forneceu informações suficientes para determinar se é um lead válido. Os prospects são considerados como uma ampla base de possíveis clientes, e é necessário realizar ações adicionais para convertê-los em leads.

Por outro lado, um lead é um prospect que já forneceu informações relevantes e demonstrou um interesse mais sério em sua oferta. Geralmente, um lead é alguém que compartilhou seus dados de contato, como nome, e-mail ou número de telefone, em troca de algum tipo de conteúdo ou oferta. Essas informações permitem que você entre em contato com o lead e inicie uma comunicação mais direcionada.

Em resumo, um prospect é um potencial cliente que ainda precisa ser qualificado, enquanto um lead é um prospect que avançou para a próxima etapa, fornecendo informações de contato e demonstrando um interesse mais forte. A segmentação de leads é crucial para entender as necessidades e características específicas de cada lead, a fim de personalizar a comunicação e aumentar as chances de conversão em vendas.

No contexto do marketing, é importante entender a diferença entre "prospect" e "lead". Embora esses termos sejam frequentemente usados de forma intercambiável, eles representam estágios diferentes no processo de captação de clientes.

Como é feita a captura desses leads?

A captura de leads é uma parte essencial do processo de marketing e envolve várias estratégias e táticas para obter as informações de contato dos potenciais clientes. Aqui estão algumas das principais maneiras de capturar leads:

 

Formulários de contato: Inclua formulários de contato em seu site, landing pages e blog posts. Esses formulários geralmente solicitam informações básicas, como nome e e-mail, e podem ser personalizados de acordo com o objetivo da captura de leads.

 

Pop-ups e caixas de entrada: Utilize pop-ups ou caixas de entrada para oferecer conteúdo relevante em troca das informações de contato do visitante. Por exemplo, ofereça um e-book gratuito, um webinar ou um boletim informativo em troca do nome e e-mail do lead.

 

Ofertas de conteúdo: Crie ofertas de conteúdo valiosas, como e-books, guias, infográficos ou whitepapers, e disponibilize-os para download em troca dos dados de contato do lead. Certifique-se de que o conteúdo seja relevante e atraente para o seu público-alvo.

 

Webinars e eventos online: Realize webinars ou eventos online onde os participantes devem se inscrever fornecendo seus dados de contato. Isso não apenas permite a captura de leads, mas também oferece a oportunidade de interagir e estabelecer autoridade no seu nicho de mercado.

 

Cursos ou mini aulas: Crie cursos ou mini aulas relacionados ao seu nicho de mercado e ofereça-os gratuitamente em troca dos dados de contato do lead. Isso é especialmente eficaz para segmentos em que a educação é valorizada.

 

Redes sociais: Utilize estratégias de captura de leads nas redes sociais, como a criação de anúncios com links para landing pages ou a promoção de ofertas exclusivas em suas páginas sociais. Aproveite as ferramentas de segmentação das redes sociais para direcionar seus anúncios para o público-alvo certo.

Testes gratuitos ou versões de avaliação: Se aplicável ao seu produto ou serviço, ofereça testes gratuitos ou versões de avaliação por um período limitado. Os leads interessados precisarão fornecer seus dados de contato para acessar essa oferta.

Testes gratuitos ou versões de avaliação: Se aplicável ao seu produto ou serviço, ofereça testes gratuitos ou versões de avaliação por um período limitado. Os leads interessados precisarão fornecer seus dados de contato para acessar essa oferta.

 

Parcerias e co-marketing: Explore oportunidades de parceria com outras empresas ou influenciadores em seu nicho. Por meio dessas parcerias, você pode alcançar novos públicos e capturar leads compartilhando recursos ou realizando ações conjuntas.

 

Lembre-se de que, ao capturar leads, é importante garantir a conformidade com as regulamentações de proteção de dados, como o LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados). Obtenha o consentimento explícito do lead para usar seus dados e forneça opções claras de cancelamento de assinatura.

Ao implementar essas estratégias de captura de leads, lembre-se de que a qualidade é mais importante do que a quantidade. Concentre-se em atrair leads relevantes e interessados em seu negócio, para que você possa nutri-los adequadamente e convertê-los em clientes de longo prazo.

Como Conseguir Leads Qualificados Para o Seu Negócio

A cada dia que passa aumenta a procura das empresas por mais leads, além disso, grandes agências de marketing como a AGNC Marketing e Publicidade, estão cada vez mais se aprofundando nessa prospecção e oferecendo leads qualificados.

Qual é a definição de leads? Leads são contatos que chegam até a sua base e possuem potencial para se tornar clientes.

Eles são gerados quando um visitante do seu site, blog ou redes sociais converte em um formulário atrelado à sua ferramenta de gerenciamento de leads, como a RD Station.

Mesmo que esse lead não esteja totalmente alinhado ao perfil de sua persona ou esteja em uma jornada de compra, ele ainda pode ter interesse em seu produto ou serviço.

Para diferenciar os leads qualificados dos desqualificados, é necessário entender o conceito básico de um lead.

A cada dia que passa aumenta a procura das empresas por mais leads, além disso, grandes agências de marketing como a AGNC Marketing e Publicidade, estão cada vez mais se aprofundando nessa prospecção e oferecendo leads qualificados.

O que são os leads qualificados?

Leads qualificados são pessoas interessadas no seu produto ou serviços que já chegam mais propício a contratar sua empresa. Para esse lead se tornar qualificado o mesmo deve passar por um filtro, que no marketing digital chamamos de funil.

Por isso, técnicas como o Inbound Marketing estão se tornando um dos serviços de marketing digital mais contratados pelas empresas que buscam por mais volume e mais qualificação do seu time de comercial.

Para se ter uma noção mais básica sobre como é o comportamento de um lead, detalhemos de forma que você possa entender a diferença entre lead e um lead qualificado:

Lead: Uma pessoa que solicita orçamento com a sua empresa, por um formulário, WhatsApp e qualquer outra forma. Geralmente essa pessoa não passou ainda por uma triagem, não consumiu seu conteúdo e muitas das vezes nem sabe do porquê está solicitando orçamento.

Lead qualificado: São pessoas que realmente querem contratar ou comprar seu produto e serviço, e que teve que passar por uma pagina de conversão ou consumir um conteúdo antes de chegar no funil, além disso teve que passar pelo processo de triagem.

Existem alguns critérios de avaliação que o seu lead precisa passar para ter certeza que ele é um potencial cliente. Isso será extremamente eficiente, pois elimina os leads desqualificados e que não possuem potencial de compra.

leads desqualificados ou ruins – São considerados todos aqueles leads que não tiveram pontuação nenhuma ou não tiveram pontuação necessária para ser considerado um lead que precisa de nutrição ou que são considerados potenciais.

Leads qualificados são pessoas interessadas no seu produto ou serviços que já chegam mais propício a contratar sua empresa. Para esse lead se tornar qualificado o mesmo deve passar por um filtro, que no marketing digital chamamos de funil.

Qual é a diferença entre leads e leads qualificados?

A diferença entre leads e leads qualificados é que leads são contatos que chegam até a sua base, com potencial para se tornar clientes, enquanto leads qualificados são aqueles identificados como sendo mais propensos a se tornarem clientes por atenderem a determinados critérios estabelecidos pela empresa.

Leads qualificados são geralmente aqueles que se encaixam perfeitamente no perfil de cliente ideal da empresa, a persona, e que estão mais avançados na jornada de compra. Eles já demonstraram interesse em seu produto ou serviço e estão dispostos a continuar recebendo informações sobre ele.

Por outro lado, leads não qualificados podem ser pessoas que se inscreveram em sua lista de e-mails, mas que não têm o perfil ideal para serem convertidos em clientes no momento.

A distinção entre leads e leads qualificados é importante porque ajuda as empresas a concentrarem seus esforços de marketing e vendas nos leads, com maior probabilidade de se tornarem clientes, maximizando assim o retorno sobre o investimento em marketing e vendas.

Prospecção ativa e passiva são duas abordagens diferentes usadas pelas empresas para buscar novos clientes. Essas abordagens consistem em trazer mais clientes para a empresa o modo em que os resultados sejam satisfatórios.

O que significa prospecção ativa e passiva?

Prospecção ativa e passiva são duas abordagens diferentes usadas pelas empresas para buscar novos clientes. Essas abordagens consistem em trazer mais clientes para a empresa o modo em que os resultados sejam satisfatórios.

Antes que haja qualquer dúvida sobre qual é a melhor estratégia, a prospecção ativa e passiva não devem ser consideradas uma competição e sim como uma forma de trazer mais resultados para a empresa.

Ambas as abordagens têm suas vantagens e desvantagens, e a escolha entre uma e outra dependerá dos objetivos, recursos e estratégias da empresa.

A prospecção ativa pode ser mais rápida e direta, mas pode ser vista como invasiva ou indesejável pelos potenciais clientes. Já a prospecção passiva pode levar mais tempo para gerar resultados, mas pode ser mais eficaz em atrair clientes que já demonstraram interesse no que a empresa oferece.

O que é prospecção ativa?

A prospecção ativa envolve uma abordagem mais direta, na qual a empresa faz a primeira aproximação com potenciais clientes por meio de contato direto, como telefonemas, e-mails ou visitas pessoais.

Esse tipo de abordagem é geralmente utilizado quando a empresa tem uma lista de clientes em potencial que atendem aos critérios de perfil de cliente ideal, e deseja se aproximar deles para oferecer seus produtos ou serviços.

O que é prospecção passiva?

Já a prospecção passiva envolve a criação de conteúdo e ações de marketing digital para atrair clientes em potencial para a empresa. Nessa abordagem, a empresa investe em marketing de conteúdo, SEO, mídias sociais e outras estratégias de marketing digital para atrair clientes em potencial para o site da empresa.

Quando os visitantes se envolvem com o conteúdo e se tornam leads, a empresa pode começar a nutrir o relacionamento com eles e, eventualmente, oferecer seus produtos ou serviços.

Já a prospecção passiva envolve a criação de conteúdo e ações de marketing digital para atrair clientes em potencial para a empresa. Nessa abordagem, a empresa investe em marketing de conteúdo, SEO, mídias sociais e outras estratégias de marketing digital para atrair clientes em potencial para o site da empresa.

Como trabalhamos a prospecção passiva de nossos clientes?

A prospecção passiva pode ter estratégias diferentes para cada cliente, todas as estratégias podem várias conforme o público alvo, área de atendimento, segmento e orçamento. Logo após tudo isso definido em reunião de escopo, as estratégias são com base, no que entendemos dos 4 os da prospecção:

– Interesse: Criamos o interesse do cliente por anunciados e criativos, seja eles nas redes sociais, na SERP dos buscadores ou através do Native Ads.

– Nutrição: Quando o lead se relaciona com os seus anúncios, ele é nutrido de informações na técnica AIDA, ajudando na conversão.

– Ação: Após o lead estar nutrido e com o interesse em se tornar cliente ele deve tomar uma ação, essa ação pode ser um clique em comprar, WhatsApp, preenchimento de formulário ou ligação. Tudo dependerá da estratégia inicial de cada cliente.

– Conversão:  Após a tomada de ação por parte do cliente, a etapa final que converterá de fato o lead é o contato com o time de comercial. Algumas estratégias podem se encerar na Ação, quando o cliente Lica em comprar, porém sempre recomendamos uma etapa de contato com o cliente para confirmar a conversão. Levando sempre em consideração que um cliente pode cancelar a compra durante 7 dias.

Na etapa de nutrição do lead consideramos o tempo do ciclo de vendas, o tipo de persona e o seu produto. Quanto maior for o valor do produto, maior será o tempo de consideração, então, a duração da nutrição deve ser maior.

Como trabalhamos a nutrição de leads de nossos clientes?

Na etapa de nutrição do lead consideramos o tempo do ciclo de vendas, o tipo de persona e o seu produto. Quanto maior for o valor do produto, maior será o tempo de consideração, então, a duração da nutrição deve ser maior.

A nutrição do lead, assim como na prospecção passiva, dependerá da estratégia de cada cliente, tudo isso ditará a melhor forma de nutrir os leads. Outra coisa que devemos considerar é que o lead serve tanto para ajudar na conversão e também para retornar o lead a uma etapa ignorada.

Um lead bem nutrido precisa passar pelas seguintes etapas:

  1. Determinar quem é a persona e em qual etapa da jornada ela está;
  2. Quais materiais serão usados e em que ordem;
  3. Crie o fluxo de e-mails;
  4. Crie os e-mails e atenção ao layout e assunto;
  5. Use a pontuação de leads;
  6. Monitore os resultados das ações e faça ajustes.

 

orcamento 3 AGNC - Agência de Marketing

 

Como Conseguir Leads Qualificados Para o Seu Negócio

Há diversos fatores e opções a considerar para obter leads qualificados e impulsionar um negócio. No entanto, o verdadeiro desafio dentro das estratégias de Inbound Marketing é a falta de um planejamento básico ou compreensão mínima do processo de aquisição.

Como nem todos os leads gerados são relevantes para um negócio, muitas empresas acabam desperdiçando recursos, tempo e dinheiro. Você tem conhecimento sobre como obter leads qualificados?

O que são Leads?

Antes de entendermos o que é um lead qualificado, é importante compreender o conceito básico de um lead. Em resumo, um lead é um contato que entra em sua base de dados e possui potencial para se tornar um cliente.

Isso pode ocorrer quando um visitante de seu site, blog ou redes sociais preenche um formulário associado a uma ferramenta de gerenciamento de leads, como o RD Station, por exemplo. Esse visitante deixa suas informações de contato e se torna um lead para sua empresa.

Esse lead pode estar em um estágio de jornada de compra e pode ter interesse em seu produto ou serviço, mesmo que ainda não esteja completamente alinhado com o perfil de seu cliente ideal, ou persona. Por essa razão, é importante diferenciar os leads qualificados dos desqualificados.

Há diversos fatores e opções a considerar para obter leads qualificados e impulsionar um negócio. No entanto, o verdadeiro desafio dentro das estratégias de Inbound Marketing é a falta de um planejamento básico ou compreensão mínima do processo de aquisição.

 

Como prospectar leads para meu negócio?

O primeiro passo para obter leads para o seu negócio é atrair visitantes para o seu site, blog ou loja virtual, para poderem ser nutridos e trabalhados pela equipe de marketing até se tornarem oportunidades de negócio.

Além disso, existem outras estratégias que podem ser usadas para adquirir leads, tais como: criar conteúdo em redes sociais que direcionem a audiência para uma página de conversão, utilizar estratégias de tráfego pago para alcançar mais pessoas interessadas em seus produtos ou serviços, fazer networking em eventos e reuniões, e receber indicações de outros clientes ou solicitações de orçamento por meio de canais alternativos (como redes sociais ou e-mail).

No entanto, é crucial lembrar que esses leads precisam estar conforme o perfil de sua persona, ou seja, devem ser qualificados, por isso a recomendação é usar o lead score para qualifica-los.

Leia Também: 

5 etapas do Inbound Marketing fundamentais que você precisa conhecer
Mídias sociais: importância de posicionar sua empresa
Como usar técnicas de SEO a favor do seu site
5 etapas do Inbound Marketing fundamentais que você precisa conhecer

O primeiro passo para obter leads para o seu negócio é atrair visitantes para o seu site, blog ou loja virtual, para poderem ser nutridos e trabalhados pela equipe de marketing até se tornarem oportunidades de negócio.

O que é lead score e como qualifica-los?

Lead score é uma metodologia utilizada para classificar e priorizar os leads de acordo com seu potencial de se tornarem clientes. Essa técnica se baseia na atribuição de pontos para cada interação que o lead tem com a empresa, seja por meio de visitas ao site, preenchimento de formulários, interação com o conteúdo ou outras ações relevantes.

Esses pontos são somados e, de acordo com uma pontuação mínima estabelecida pela empresa, o lead é classificado como qualificado ou não qualificado.

Com base nessa classificação, a equipe de vendas pode se concentrar nos leads mais qualificados e com maior probabilidade de conversão em clientes, maximizando o tempo e os recursos da empresa.

O lead score é uma ferramenta importante no processo de gerenciamento de leads e pode ser ajustado com base nos objetivos e critérios de qualificação específicos de cada empresa.

Lead score é uma metodologia utilizada para classificar e priorizar os leads de acordo com seu potencial de se tornarem clientes. Essa técnica se baseia na atribuição de pontos para cada interação que o lead tem com a empresa, seja por meio de visitas ao site, preenchimento de formulários, interação com o conteúdo ou outras ações relevantes.

Prospecção ativa ou passiva? Qual é melhor para minha empresa?

Não há uma resposta única para essa pergunta, pois a escolha entre a prospecção ativa e a prospecção passiva depende das necessidades e objetivos específicos de cada empresa.

A prospecção ativa envolve a abordagem direta de clientes em potencial, por meio de chamadas telefônicas, e-mails ou visitas pessoais. Essa abordagem pode ser mais eficaz para empresas que oferecem produtos ou serviços de alto valor, com ciclos de venda mais longos, ou que precisam se diferenciar da concorrência por meio de uma abordagem mais personalizada.

Já a prospecção passiva envolve a criação de conteúdo e ações de marketing que atraem clientes em potencial para a empresa, por meio de canais como sites, blogs e redes sociais. Essa abordagem pode ser mais eficaz para empresas com inúmeros leads em potencial, com um ciclo de venda mais curto ou que desejam estabelecer sua marca como líder de mercado.

Portanto, a escolha entre a prospecção ativa e a prospecção passiva dependerá do tipo de negócio, dos objetivos de marketing e vendas, dos recursos disponíveis e das preferências do público-alvo. O ideal é combinar ambas as abordagens para obter o máximo de benefícios em termos de aquisição de leads e conversão de vendas.

Existem várias alternativas de CRM (Customer Relationship Management) para a gestão de leads. Algumas opções incluem:

Prospecção ativa ou passiva? Qual é melhor para minha empresa?

Existem várias alternativas de CRM (Customer Relationship Management) para a gestão de leads. Algumas opções incluem:

HubSpot CRM: é uma opção gratuita e oferece recursos básicos para a gestão de leads e oportunidades de vendas.

Salesforce CRM: é uma das soluções de CRM mais populares, com recursos avançados de automação de vendas e gerenciamento de leads.

Zoho CRM: oferece uma variedade de recursos de gerenciamento de leads, como automação de vendas, análise de desempenho e relatórios personalizados.

Pipedrive: é uma ferramenta simples e intuitiva para gestão de leads e vendas, que permite acompanhar o progresso de negociações e priorizar oportunidades de vendas.

Freshsales: oferece recursos avançados de automação de vendas e gerenciamento de leads, incluindo pontuação de leads, acompanhamento de e-mails e análise de desempenho.

Microsoft Dynamics 365: é uma solução de CRM completa, com recursos de vendas, marketing e atendimento ao cliente, além de integrações com outras ferramentas de negócios da Microsoft.

Essas são apenas algumas das opções disponíveis para a gestão de leads. É importante avaliar as necessidades e recursos da sua empresa antes de escolher uma solução de CRM, para garantir que ela atenda às suas necessidades específicas.

orcamento 3 AGNC - Agência de Marketing

 

Dúvidas?
Entre em contato

Dúvidas?
Entre em contato